III Ugra Zine Fest

Padrão

Imagem

O calendário virou, eu nunca mais dei as caras por aqui, mas tudo bem. Nem tudo são trevas. Escrevo hoje não para refazer aquela velha promessa de postar mais seguidamente, mas para dar boas notícias sobre outro assunto bafio. Sim, é sobre ela própria, a Velha!

Neste fim de semana, a revista divide uma mesa com a Katita, da Anita Prado, no III Ugra Zine Fest, um puta evento de publicações independentes com música, palestras, oficinas e debates. Entre os destaques, a mostra “Panorama ibero-americano de publicações independentes”, com cerca de 240 títulos recebidos para o 3º Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas, e a exposição “Futuro Primitivo”, do coletivo português Chili com Carne.

Escrevi especialmente um release pouco suspeito, no qual obviamente omiti que sou parte interessada e que, além de ser amiga da Kellen, pago um descaradíssimo pau para o trabalho dela. Acompanhem:

Sobre a Velha, é preciso alertar o leitor incauto: não se deixe levar pelo título. Cronologicamente, a revista é bastante jovem. A primeira edição fez a sua estreia em agosto de 2011, no balcão da Mercearia São Pedro e nas estantes da HQ Mix. O número dois, que debuta agora nesta terceira edição do Ugra Zine Fest, foi lançado há poucos meses, em dezembro de 2012, na Monkix Livraria. Verdade seja dita, a Velha faz jus ao seu nome é no espírito. Com a fúria de uma velhinha na fila do pão, a personagem de Kellen Carvalho, em uma estranha dicotomia, metralha impiedosamente o gasto que se diz novo. Munida de referências que vão de Sartre a São Paulo – a capital paulista ganha destaque nesta segunda edição – a autora vai na contramão de outras páginas coloridas. Não dá receitas de como emagrecer, subir na carreira ou arranjar um namorado. Pelo contrário: os seus conselhos amorosos são os piores possíveis; os seus editoriais de moda e beleza beiram o desconcertante, na melhor hipótese, quando não o intimidatório. Fazendo uso do humor, essa arma poderosa, calcada na tradição do mais fino escracho, a Velha desconstrói o simulacro que as revistas femininas tentam fazer o seu público engolir há décadas. Porque, parafraseando a própria Kellen, “Jovem é a sua vó!”. Ainda bem.

Então fica o convite: o evento acontece nos próximos dias 6 (sábado) e 7 (domingo), das 10h às 18h, na Gibiteca Henfil do Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000). Apareçam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s