Oposto

Padrão

Gosto de te ver irritado. Não com raiva, mas irritado, com aquele riso contido que não quer rir. Gosto de discordar de ti, ser teu oposto. Gosto de te ter ao meu lado. Reclamando de tudo e de nada, contrário a tudo que falo. Gosto de ti assim, tão diferente do que eu sou. Gosto de ti alucinado, bêbado, louco. Por vezes sério e compenetrado, me olhando atravessado caso eu rompa o teu silêncio. Gosto de ti mesmo com medo, mesmo quando não digo por ter feito meu escudo dessa frieza rasa. Gosto de ti mesmo quando me abraça e desarma. Me rende e me faz amar. Gosto de ti apesar dos receios, apesar do ensejo. Lá longe, além do precipício, eu vejo o mar. Gosto tanto de ti que pondero. Sem ti já pressinto um abismo.

Agora eu vou, senão caio. Agora é tarde, não resta dúvida. Eu preciso me jogar.

Anúncios

Um comentário sobre “Oposto

  1. Thiago

    nossa, adorei os textos.
    gosto do teu humor e das tuas referências imensamente.
    o msn é igual ao antigo fotolog (que foi roubado).
    to sem internet, mas quando voltar…nos falamos!
    beijões lindas e fui um PRAZER passar a noite a beber contigo! Precisamos repetir a noitada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s